Noticias

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Ainda há tempo: fique livre das pendências dos cartões BNL e BGN


Se você tem pendências com os cartões BNL e BGN (atual Itaú), não perca a oportunidade e procure a ASPRA – PE. Seja você associado ou não, compareça a sede da entidade com o nome do titular do cartão, número do cartão, CPF e identidade. A Associação funciona de segunda à sexta e não fecha no horário de almoço. O endereço Rua Jornalista Paulo Bittencourt, N° 31 - Salas 101 e 102, Derby - Recife/PE. Fones: (81) 3221-0374 ou (81) 3314 – 0374.

O policial militar Ailton Gomes de Andrade só tem motivos para comemorar desde que procurou a Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA-PE) para resolver pendências dos cartões BNL e BNG. Com o apoio da Dra. Julianne Bezerra e demais integrantes do Corpo Jurídico da entidade, ele conseguiu um acordo judicial que garantiu a quitação dos débitos com os cartões e ainda uma quantia em dinheiro.

A MELHOR PROPAGANDA É O TRABALHO

A Associação de Praças Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE) participou do programa TUDO NO AR na TV Nova Nordeste canal 22, veiculado no sábado (30.04), ao meio  dia. O presidente José Roberto  Vieira foi um dos convidados do  programa e no início da entrevista  agradeceu a participação dos corajosos  policiais e bombeiros. Vimos que SEM LUTA NÁO HÁ CONQUISTA. A ASPRA- PE convocou a tropa às ruas e provou que juntos somos fortes.

Na entrevista, o presidente falou da importância dos policiais para a  sociedade e pediu mais união entre as associações e tropa. Sabemos a importância de estarmos juntos e sabemos também que a nossa força vem da nossa  união, dividir não é bom pra  ninguém. Parabéns companheiros de luta e de glória! Principalmente, aqueles que viajaram mais de 600km, depositando total confiança nos seus representantes. Isso me  orgulha, isso me fortalece cada vez mais, a frente de uma entidade, que luta em defesa pela  causa comum.

José Roberto Vieira – presidente ASPRA - PE

A vitoria da união

Provamos que sem luta não há conquista. A Associação de Praças de Pernambuco (ASPRA - PE) nunca desistiu da luta, convocou a tropa, do às ruas e provou que juntos somos fortes. Juntamente com a Associação de Cabos e Soldados e com o apoio do Deputado Joel da Harpa, começamos o dia sem nenhuma perspectiva e agora temos 20%, de ganho real.

"Não foi fácil chegar até aqui. Caminhamos pelas ruas do Recife sob um sol escaldante. Mostramos à população pernambucana a nossa insatisfação. Foi muito bonito ver quase cinco mil homens apoiando o movimento", conta o presidente da ASPRA - PE, Jose Roberto Vieira. Enquanto a tropa seguia até o Palácio do Governo, os líderes das associações seguiram até a sede da Secretária de Administração onde foram recebidos pelo secretário de Administração, Milton Coelho, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, e comandantes das Corporações.

Recebida a primeira proposta, seguiram ate o Palácio do Governo onde eram aguardados pelos corajosos PMs e BMs . A proposta foi rejeitada. A principio a tropa chegou a decretar uma greve mas as associações resolveram tentar mais uma vez e voltaram a Secretaria de Administração. Após mais uma hora de reunião, voltaram com a nova proposta, dessa vez aprovada pela tropa.

A nova proposta do governo foi de elevar de R$ 350 para R$ 400 fixos mensais de auxílio-transporte, passando a ser a partir de junho, invés de julho.
A nova proposta incluiu a revisão, ainda neste ano, do Código Disciplinar, além de concurso para 300 soldados dos Bombeiros. Com as gratificações, o ganho real chega a 20% para a categoria. Permaneceu a proposta de R$ 750 anuais de auxílio-uniforme pagos a partir de junho, o que equivale a R$ 62,50 mensais.
"O que o ativo tem o inativo também terá. A nossa força vem da nossa união. Os policiais e os bombeiros militares foram verdadeiros guerreiros, pois nós conseguimos uma grande vitória", afirmou José Roberto Vieira.




segunda-feira, 2 de maio de 2016

PMs e BMs conheçam o Clube Fazenda Santa Luzia: primeira visita grátis




Não perca a oportunidade de conhecer o Clube Fazenda Santa Luzia! Graças a parceria com a Associação de Praças de Pernambuco ( ASPRA - PE), todos os policiais e bombeiros militares que desejarem conhecer o espaço, poderão passar um dia de lazer com a família, com entrada grátis.


Para usufruir dessa promoção, basta apresentar a carteira funcional na portaria e avisar que estão a convite da ASPRA. Pronto. O PM ou BM terão a disposição uma ampla área verde, restaurante, churrasqueira, fazendinha, banho de bica. O acesso ao parque aquático será 15 reais por pessoa.


Gostou do Clube Fazenda Santa Luzia?  Para terem direito a usufruir de tudo, basta ser associado da ASPRA - PE. Há diversas modalidades de plano de acesso. Podendo ser contribuição mensal ou titulo patrimonial.
A contribuição do Santa Luzia é R$ 60 reais. Já o título patrimonial custa R$  1.600,00 para associados ASPRA, dividido em quatro parcelas de R$ 400. O valor para o público em geral é R$ 4 mil. A vantagem do titulo patrimonial é que não precisa mais pagar mensalidade.

Outra opção é pagar R$15 por pessoa a cada visita ao clube. Para o público em geral o valor é R$ 25.


Chalés


Quer passar todo o final de semana no clube? Os associados ASPRA podem alugar um dos confortáveis chalés que estão a disposição por apenas R$ 120 (sexta, sábado e domingo). Acomodação pra até 10 pessoas com duas camas, sendo uma de casal.  pode levar colchonetes, geladeira, fogão com gás,TV,água e energia.

Em breve, serão inaugurados clubes de Caruaru e Araripina. Mais informações com o diretor da ASPRA, Salatiel Berto, no 98745 - 5240 ou com o diretor do Clube, Alberto no 98891-7829.

sábado, 30 de abril de 2016

Resultado das Negociações Salariais dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Pernambuco em abril de 2016

Confira as conquistas dos militares de Pernambuco nas negociações com o governo do estado:

Confira as conquistas:

1. Pagamento de Auxílio para Aquisição de Uniforme no valor de R$ 750,00 anual para militares Praças e Oficiais ativos e da Guarda Patrimonial. (a partir de junho/2016);
2. Pagamento de ajuda de Custo Transporte no valor de R$ 400,00 mensais para todos os Praças (ativos e inativos, a partir de junho/2016);
3. Pagamento de Ajuda de Custo Transporte no valor de R$ 600,00 mensais para todos os Oficiais (ativos e inativos, a partir de junho/2016);
4. Investimentos e regularização de débitos no SISMEPE (Sistema de Saúde dos Militares do Estado de Pernambuco);
5. Abertura de Concurso Público para Oficiais (CFO) (60 PMs e 20 CBMs para o ano de 2017 e o mesmo quantitativo para o ano de 2018);
6. Abertura Seleção Interna para o Curso de Formação de Oficiais da Administração (CFOA) no exercício de 2a016;
7. Abertura de Concurso Público para Soldados do CBM (300 soldados);
8. Revisão do Código Disciplinar em 2016;
9. Compromisso da não majoração da alíquota de FUNAFIN;
10. Abertura de Curso de Habilitação de Cabos e Curso de Formação de Sargentos em 2016

segunda-feira, 25 de abril de 2016

ASPRA - PE NO PROGRAMA GERALDO FREIRE

O presidente da ASPRA - PE< José Roberto Vieira, responde as declarações do secretário de Administração, no Programa Geraldo Freire, Rádio Jornal. Confira entrevista no nosso canal no youtube: 

ASPRA - PE NO BRONCA PESADA

A possibilidade de greve dos policiais militares foi tema de entrevista concedida pelo presidente da ASPRA - PE, José Roberto Vieira, ao Programa Bronca Pesada. Confira no nosso canal do youtube: 

ASPRA discorda de declarações de Secretário sobre PMs e BMs



Um absurdo! Às vésperas de uma Assembléia Geral de policiais e bombeiros militares,  as declarações do secretário de Administração, Milton Coelho, em participação no programa Geraldo Freire são, no mínimo, equivocadas. Uma clara tentativa de colocar a sociedade contra a categoria. 

O secretário pediu pra sociedade entrar no debate sobre o reajuste da PM e BM,então vamos deixar a sociedade esclarecida! Sobre o aumento salarial, não solicitamos reposição de 18% e reajuste de 25%. E sim reposição e reajuste total de 25%!

O Governo potencializa uma crise econômica que não é do tamanho que e eles dizem, tentando confundir a opinião pública, como a imprensa está disseminando e se aproveita para usar isso contra o servidor. Segundo ultima pesquisa realizada por entidades de todo o Brasil, temos um dos piores salários do Brasil.    

O secretario ainda tem a ousadia de afirmar  que, tirando a questão salarial, todos os demais itens da pauta foram atendidos. Não foram. Estão sendo literalmente proteladas, em reuniões da comissão permanente de negociação e das quais ele raramente participa.

A verdade é que a PM e bombeiros estão  há dois anos sem reajuste salarial. Não recebemos hora extra, adicional noturno, insalubridade. Muitos PMs trabalham 15 serviços normais e mais 10 extras totalizando assim 25 dias trabalhado no mês, para conseguir dar um pouco mais de dignidade pra sua família. No entanto, com uma carga horaria desumana, como fica o convívio familiar desse militar? Será ele uma máquina?

Estamos sem receber fardamentos há muitos anos. O nosso código disciplinar é perverso, com penas privativas de liberdade por qualquer deslize por menor que seja. O hospital da PMPE está sucateado, sem condições de executar até exame de sangue e urina  e o nosso vale refeição mal da pra se alimentar. A verdade é que desde a ultima greve da categoria, tirando as promoções, nada avançou. Dia 27, tem nova Assembléia Geral. A sociedade deve ficar atenta. A insatisfação é real e cada vez maior. 

Associação de Praças de Pernambuco

Vem pra rua!


sábado, 23 de abril de 2016

Veja o Ranking dos salários das PMs do Brasil, Pernambuco paga o 23º pior salário do Brasil num total de 26 Estados e o Distrito Federal! O Estado de Pernambuco fica na frente apenas dos Estados do: Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Bahia e a Paraíba. Veja o Rannking.


Salário das Polícias Militares no BRASIL em 2015

Estado
Salário inicial
1        BRASILIAR$ 7.190,98
2        RONDÔNIAR$ 5.952,80
3       TOCANTINSR$ 4.872,80
4       GOIASR$ 4.485,92
5       SANTA CATARINAR$ 4.173,85
6       MINAS GERAISR$ 4.098,01
7       PARANÁR$ 3.651,75
8       ALAGOASR$ 3.368,86
9      CEARÁR$ 3.336,14
10     MARANHÃOR$ 3.333,57
11     ACRER$ 3.278,65
12     AMAPÁR$ 3.230,02
13    RONDÔNIAR$ 3.182,66
14     PARÁR$ 3.155,49
15    PIAUÍR$ 3.101,21
16    MATO GROSSOR$ 3.067,40
17    MATO GROSSO DO SULR$ 3.055,49
18    RIO DE JANEIROR$ 2.909,50
19    RIO GRANDE DO NORTER$ 2.904,01
20    SÃO PAULOR$ 2.901,63
21    AMAZONASR$ 2.726,37
22    SERGIPER$ 2.702,78
23   PERNAMBUCOR$ 2.819,88
24    ESPIRITO SANTOR$ 2.632,97
25   RIO GRANDE DO SULR$ 2.632,88
26    PARAÍBAR$ 2.548,16
27   BAHIAR$ 2.497,79
RESPONSÁVEL PELA PESQUISA: DIRETOR DE ASSUNTOS POLÍTICOS DA ABAMF, SARGENTO RICARDO AGRA
1-  FONTE DE CONSULTAS- SITES OFICIAIS DOS GOVERNOS ESTADUAIS E TERRITÓRIOS (SECRETARIAS DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, POLICIAS  MILITARES, SECRETARIA DE  SEGURANÇA  PUBLICA,  ASSEMBLEIAS LEGISLATIVAS, ASSOCIAÇÕES DE CLASSE DOS MILITARES ESTADUAIS)
2- SITES DE EMPRESAS, FUNDAÇÕES E AUTARQUIAS QUE SÃO RESPONSÁVEIS PELA EXECUÇÃO DE CONCURSOS DAS RESPECTIVAS PMS NOS ESTADOS OU TERRITÓRIOS.
3- SALÁRIO GRADUAÇÃO DE SOLDADO EM INICIO DE CARREIRA. VALOR BRUTO.
4- AS PMS DOS TERRITÓRIOS TEM TRAMITANDO UMA PEC NO CONGRESSO NACIONAL DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL COM OS PMS DE BRASILIA, AINDA EM VOTAÇÃO.
Paulo Rogério N. da Silva
Jornalista ABAMF/MTb 7355/RS

Salário da PM do Acre entre os 11 melhores do País

Salário da PM do Acre entre os 11 melhores do País
pm
A Polícia  Militar do Acre está em atenção para uma nova mobilização de seus praças em reivindicação salarial e melhores condições de trabalho. Associação Nacional de Entidades Representativas de Policiais Militares e Bombeiros Militares (ANERMB) mostra que o Acre ocupa a 11ª colocação no ranking salarial das polícias brasileiras, com remuneração inicial de R$3.278,65. O valor é melhor que o praticado em Estados mais ricos e populosos, como Rio Grande do Sul e São Paulo, que pagam, respectivamente R$2.632,88  e R$ 2.901,63.
Entre os principais pontos da pauta de reinvidicações  estão a ampliação do quadro organizacional com vistas às promoções, reajuste salarial, a regulamentação de carga horária de serviço, a aprovação e sanção por lei do Código de Ética e Disciplina para os Militares Estaduais, além do ajuste do texto da lei que garanta 20% de adicional de inatividade para as militares femininas que passam à reserva remunerada. Lideranças da PM e do Governo do Acre debatem as propostas.
Veja o ranking salarial nas PMs do Brasil:
Estado                                Salário inicial
1        BRASILIA               R$ 7.190,98
2        RONDÔNIA          R$ 5.952,80
3       TOCANTINS          R$ 4.872,80
4       GOIAS                     R$ 4.485,92
5       SANTA CATARINA R$ 4.173,85
6       MINAS GERAIS   R$ 4.098,01
7       PARANÁ                R$ 3.651,75
8       ALAGOAS              R$ 3.368,86
9      CEARÁ                    R$ 3.336,14
10     MARANHÃO        R$ 3.333,57
11     ACRE                      R$ 3.278,65
12     AMAPÁ                 R$ 3.230,02
13    RONDÔNIA          R$ 3.182,66
14     PARÁ                     R$ 3.155,49

Fonte: Jornal da Tribuna 

Governo de Pernambuco vai parcelar salário de comissionado e também parte do salário dos servidores estatutários com função gratificada.

Governo de Pernambuco vai parcelar salário de comissionado e funções gratificadas.

A partir de junho, portanto nos salários pagos a partir de julho, o governo de Pernambuco vai parcelar os salários dos seus empregados contratados para funções comissionadas e os estatutários que ocupam funções gratificadas.
Segundo o secretário de Administração, Milton Coelho, na reunião desta quinta-feira do conjunto de secretários que cuidam da administração e das finanças ficou acertado oferecer como sugestão ao governador Paulo Câmara pagar dessa forma, a partir do dia 12 de julho, os salários dos 2.650 cargos comissionados que o Estado possui. Assim como a parte do salário dos servidores estatutários com função gratificada, que atinge hoje 5.850 servidores. Esse percentual de servidores é menos de 1% do total da máquina, mas é essencialmente o núcleo de gestão.
Segundo o secretário da Fazenda, Marcio Stefani, isso vai acontecer porque o governo de Pernambuco pretende usar o repasse do FPE do dia 10 feito pela secretaria do Tesouro da União como verba para o pagamento dos salários.
O repasse que a Secretaria do Tesouro faz no dia 30 de cada mês já serve para compor o total da folha de salários junto com o ICMS e as demais transferências constitucionais como para a Saúde e Educação. Agora o Governo vai usar o repasse do dia 10 para também pagar salário.
O secretário Milton Coelho disse que está mantido o calendário: tentar pagar no máximo até o 5º dia útil de cada mês, mas que a partir de maio o governo vai informar a data mensalmente. E muito diferente dos anos anteriores, onde no dia 1º de janeiro o servidor sabia a data de todo o ano dos seus pagamentos.
O secretário Marcio Stefani estimou que a tendência ainda é de queda, como aconteceu em janeiro, fevereiro e março. Mas ele ainda comemora o fato dos salários estarem sendo pago no mês seguinte ao trabalhado.

Fonte: Blog JC Negócios do Jornalista Fernando Castilho do Jornal do Commercio 
http://m.jc.ne10.uol.com.br/blogs/jcnegocios/2016/04/22/governo-vai-parcelar-salario-de-comissionado-e-funcoes-gratificadas/

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Liminar obriga governo de Minas a pagar Bombeiros e Policiais Militares no 5º dia útil do mês

Fonte: hoje em dia 
acastro@hojeemdia.com.br
15/04/2016 - 17h54 - Atualizado 18h25
Aspra/Facebook Oficial /
Membros da Aspra em manifestação na Praça da Assembleia em março deste ano

A 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual da Comarca de Belo Horizonte concedeu nesta sexta-feira (15) uma liminar determinando o pagamento de Bombeiros e Policiais Militares membros da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra) no 5º dia útil do mês. A decisão, proferida pelo juíz Michel Curi e Silva é em primeira instância, por isso cabe recurso.
A decisão veio em resposta a uma ação impetrada pela Aspra em resposta ao escalonamento dos pagamentos anunciado pelo Governo em janeiro deste ano.
“Foi uma vitória importante. Após muita luta e empenho, o Judiciário reconheceu o nosso direito", elogiou o presidente da associação, sargento Bahia. Segundo explica o site da entidade, o militar que quer usufruir do benefício deve se associar à Aspra.
A liminar determina que, em caso de descumprimento, seja aplicada multa diária de R$ 100 mil. O valor deverá ser repassado à associação para que possa mitigar os prejuízos dos associados.
“É uma circunstância que fortalece ainda mais nossa mobilização contra o parcelamento. Abrimos um precedente extremamente favorável e, em que pese tal decisão atingir somente aos associados da ASPRA, mostramos o caminho para as demais entidades de classe. Se pudéssemos, teríamos incluído toda a classe, entretanto, não temos legitimidade. Torcemos agora pela confirmação da decisão pela segunda instância do Tribunal, mas ressalto que é uma grande vitória para todos”, esclareceu o diretor jurídico da entidade, Cabo Berlinque Cantelmo.

Em sua decisão, o juiz Michel Curi e Silva levou em conta três fatores: o valor social do trabalho como fundamento da República, a natureza alimentícia da remuneração e a garantia da dignidade humana.
 
Além disso, o magistrado considerou que a remuneração de serviços públicos só pode ser alterada por lei específica, conforme determina a Constituição da República Federativa do Brasil. Em relação à multa, o juiz não fixou valor, já que não pode presumir que o Estado de Minas Gerais descumpra a ordem judicial.

Procurador Geral de Justiça do DF, vai comunicar ao Comandante Geral da PMDF, que a Corporação está autorizada a lavrar o TCO! Veja.


Crédito: Marcelo Ferreira/CB
CRÉDITO: MARCELO FERREIRA/CB 

Mais poder para a PM

Publicado em Sem categoria
O procurador-geral de Justiça do DF, Leonardo Bessa, vai comunicar o comando da Polícia Militar do DF de que a corporação está liberada a lavrar Termos Circunstaciados de Ocorrência, desde que estejam em questão crimes de menor potencial ofensivo, como contravenções penais, injúrias, brigas de vizinhos e ameças de rua. A Polícia Rodoviária Federal também passa a desempenhar essa função.
Na prática, a medida, autorizada pelos procuradores que integram as câmaras revisoras de atuações na área criminal, dá a policiais militares e rodoviários o poder de ir além da abordagem inicial de suspeitos nas ruas.
O policial militar poderá interrogar e registrar esses crimes, sem passar por uma delegacia de Polícia Civil. Em comunicado interno, os promotores de Justiça foram orientados nesta semana a receber esses termos circunstanciados para embasar as ações penais.
Projeto piloto
O chefe do Ministério Público do DF, Leonardo Bessa, deve se reunir com o comando da Polícia Militar nos próximos dias para definir uma área piloto de atuação.
O argumento dos defensores da medida é de que apenas crimes sem desdobramentos investigativos, que não exijam, por exemplo, perícias técnicas, fiquem sob a responsabilidade de policiais militares. Seria uma forma de liberar delegados a se dedicarem a investigações de crimes mais graves, como latrocínios, homicídios, roubos e furtos.
Medida judicial
A recomendação do Ministério Público do DF provocou reação.
O presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do DF (Sindepo), Benito Tiezzi, já acionou a assessoria jurídica da entidade para ingressar com uma ação que tenha efeito de suspender a medida.
O advogado do Sindepo, Juliano Costa Couto (foto), presidente da OAB-DF, vai cuidar do caso. De acordo com delegados, policiais militares não têm competência constitucional para atuar nessa seara.
A preocupação é que a investigação fique a cargo de instituições militares, sem um controle direto da Polícia Civil. A orientação do Sindepo é de que delegados autuem PMs por abuso de autoridade, sempre que lavrarem Termos Circunstanciados.

Fonte: Correio Braziliense 


http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/mais-poder-para-pm/

Atenção mudança na classificação e apresentação do CFS PMPE! Veja.


Para ver clique AQUI