Noticias

domingo, 25 de janeiro de 2015

Comerciantes tembém temem uma nova greve da PMPE

cdl

No Recife, possibilidade de nova greve da PM preocupa comércio

Publicado em 24/01/2015 às 15:26 por em Notícias
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
A possibilidade de uma nova greve do efetivo da Polícia Militar de Pernambuco causa apreensão no comércio, após a onda de saques e arrastões ocorrida em maio de 2014 durante a última paralisação da categoria. “Quando a gente lembra do que aconteceu na outra greve da polícia, a gente fica preocupado”, admitiu o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL-Recife), Eduardo Melo Catão, em conversa com o Blog de Jamildo.
No ano passado, os casos mais graves de saques ocorreram em Abreu e Lima, na Região Metropolitana, mas o comércio da área central do Recife fechou temendo movimento similar. “A polícia se afastando, aparece aqueles aproveitadores e prejudica a população e também o comércio”, adverte Catão.
“A gente não teve agressões às lojas como aconteceu em Abreu e Lima, mas o comércio parou. A população não sai de casa e a gente fica sem poder abrir”, lembra o presidente da CDL, que afirma que o prejuízo é grande para os lojistas.
“Três dias totalmente fechados. E depois o consumidor fica desconfiado, sem querer ir as ruas”, argumenta.
Na última quarta-feira (21), os policiais militares adiaram para o dia 10 de fevereiro, na véspera do Carnaval, a decisão sobre realizar uma nova greve.
A categoria cobra um novo plano de carreira para promoção e melhores condições de trabalho. Nessa semana, um PM foi morto enquanto tentava controlar uma rebelião no Complexo Prisional do Curado.

http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/page/2/

Prefeitos temem greve da PMPE

depois de Abreu e Lima

Prefeitos também estão preocupados com possível greve da PM 

 

Publicado em 25/01/2015 às 12:52 por em Notícias
Não é só o comércio do Recife que está atendo a possibilidade de uma nova greve da corporação da Polícia Militar. Tem prefeito que está acompanhando de perto a situação.
O prefeito Fred Gadelha (PTB), por exemplo, acredita que a onda de saques ocorrida em Abreu e Lima em maio do ano passado só não se repetiu em Goiana porque o comércio havia fechado.
Ao longo dessa semana, os policiais militares decidiram adiar para o dia 10 de fevereiro a definição sobre a realização de uma nova greve. O objetivo é pressionar o governo às vésperas do Carnaval.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Magno Martins escreveu:

Soldado terá diária de coronel durante o Carnaval

         EXCLUSIVO
O governador Paulo Câmara (PSB) fez um gesto ousado, hoje, com a Polícia Militar: soldados terão no Carnaval direito ao valor de uma diária paga aos coronéis, saindo de R$ 54 para R$ 180. A decisão foi tomada numa reunião com os secretários de Administração, Fazenda e Defesa, além dos comandantes da PM e Polícia Civil.

Os policiais civis terão direito ao mesmo valor. A autorização do reajuste das diárias que serão pagadas durante o Carnaval e os feriados pós folia será publicada no Diário Oficial de amanhã. “Nunca um soldado teve uma diária no valor da mesma paga a coronel”, revelou uma fonte palaciana.

Antes, os policiais civis recebiam valores em diárias maiores do que os soldados, no valor de R$ 120. Ao decidir por um valor bem maior, chegando ao patamar de R$ 180, o governador sinaliza que em seu governo tratará a polícia com pão de ló.

  Escrito por Magno Martins, às 21h23

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Lembrem-se disso! A ANISTIA é FUNDAMENTAL.

Caros amigos:

sargento RICARDO ( sub);

Cb ALBERISSOM; -ACS

CAP ASSIS; -AME

DEP JOEL DA HARPA...

Componentes da comissão de negociação, representantes BM PM.

Até hoje,  PERNAMBUCO foi o único estado do Brasil onde os representantes das categorias PM BM, na hora da negociação com o Governo, não incluíram na pauta de reivindicações o pedido de ANISTIA aos  companheiros que foram punidos por participarem dos referidos movimentos.

Peço encarecidamente aos nobres companheiros que fazem parte da mesa de negociação, incluam aos itens para que seja encaminhado a assembléia legislativa o pedido de ANISTIA. 

Projeto de lei de ANISTIA as infrações disciplinas aos militare que foram punidos por participarem de movimentos reivindicatórios apartir de junho de 1997 até a publicação desta lei.

AMIGOS, NÃO DEIXEM UM SOLDADO FERIDO MORRER.

Passei dez anos excluído por ter particioado da greve de 2000.
Finalmente em janeiro de 2011 fui reincluido por força da ANISTIA FEDERAL. lei 12.191

Agora o estado de PERNAMBUCO me EXCLUIU novamente alegando que é prerrogativa do etado conceder ANISTIA as infrações disciplinares.

Muitos companheiro foram presos, e estão sendo perseguidos nos batalhões por ter participado aos referidos movimentos reivindicatórios, "um verdadeiro caça as bruxas"

Peço aos amigos que compartilhem nos grupos até chegar ao conhecimento da comissão de negociação.

Obrigado. 

Ex sargento FALCÃO.

Obrigado, que Deus abençoe a todos. 

Ex sargento FALCÃO
Governo nomeará 89 agentes penitenciários
 
Informações do G1/ Pernambuco

Nomear novos agentes penitenciários é uma das promessas do Governo de Pernambuco para aumentar a segurança no sistema carcerário do estado e evitar rebeliões como a que eclodiu no Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife, nesta semana. No entanto, dos 132 candidatos que concluíram o curso de formação em dezembro, 43 estão sub judice, ou seja, apresentam problemas na justiça. Por isso, não podem assumir o cargo de forma imediata, como havia sido prometido.
A informação foi revelada pelo secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, à equipe do NETV na manhã de hoje. “Os 89 candidatos que estão aptos para trabalhar serão nomeados imediatamente, mas os demais estão sub judice". Os agentes que esperam pela nomeação foram aprovados no último concurso realizado para a classe, em 2009. Foram mais de 2 mil aprovados na seleção, mas a primeira turma de candidatos só foi chamada para o curso de formação no segundo semestre do ano passado.
Os agentes penitenciários efetivos também aguardam a nomeação. Na terça-feira, durante a rebelião dos detentos do Complexo Prisional do Curado, o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, João Carvalho, revelou as dificuldades enfrentadas pela classe. O déficit de profissionais é a maior queixa. Segundo ele, faltam mais de 4 mil agentes para que o efetivo fique completo. Por isso, apenas quatro ou cinco oficiais costumam ficar de plantão nas unidades prisionais e, com esse quadro, cerca de 60% das guaritas ficam desativadas.
Construção de unidades
Além de prometer a nomeação imediata dos agentes aptos para o trabalho, Pedro Eurico voltou a afirmar que o governo está trabalhando na ampliação do sistema carcerário de Pernambuco. O secretário de Justiça e Direitos Humanos falou que passou a quarta-feira pesquisando locais para a construção de novas unidades prisionais e ainda garantiu que as obras dos presídios de Tacaimbó e Araçoiaba serão retomadas em breve. Resolver os problemas judiciais que travam a construção do Presídio de Itaquitinga é outra promessa.
Eurico ainda reforçou que o governo não vai permitir o porte de armas brancas nas unidades, como acontece no Complexo Prisional do Curado, onde os presos se rebelaram nesta semana. Por isso, o complexo terá “revistas sistemáticas, periódicas e radicais” e ainda ganhará novas câmeras de vigilância, de acordo com o secretário.
Escrito por Magno Martins

Centro de Convenções fica lotado de militares e Governo retoma as negociações

A tropa atendeu ao chamado e lotou o Centro de Convenções na tarde desta quarta-feira (21.01). Pelo menos 2 mil policiais e bombeiros militares, “antigões” e “novinhos” vestiram preto, levaram faixas, colaram adesivos no peito e exerceram, pacificamente, o direito à lutar pela valorização profissional. A Associação de Praças de Pernambuco dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE) marcou presença e comemora o belo momento. Uma outra reunião ficou marcada para o dia 10 de fevereiro.  

Participaram da reunião, representantes do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) e Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindaspe). O resultado é que, finalmente, as portas foram reabertas e as negociações reiniciadas. Ainda no Centro de Convenções, as lideranças foram convocadas para uma reunião na Secretaria de Administração (SAD), no Pina. Enquanto a tropa homenageava o Sargento Silveira (morto em rebelião no Aníbal Bruno) e fazia uma bela caminhada/carreata pelas ruas do Recife, as lideranças das entidades seguiram direto para a Secretaria de Administração.

Após duas horas de reunião na Secretaria de Administração (SAD), ficaram definidos os seguintes pontos:

- Elaboração imediata de uma Lei de Promoções para oficiais e praças. As lideranças deverão apresentar uma proposta ao secretario até a próxima segunda – feira à tarde. O mesmo se comprometeu a responder até o dia 10, para darmos o devido retorno à tropa na nossa próxima reunião;

- Foi sinalizado o aumento na Etapa de Alimentação, diárias de carnaval, diárias normais, gratificações de motorista e, posteriormente, após a definição sobre a Lei de Promoções, trazer a proposta de aumento salarial para início das discussões. 

- E ainda: revisão da gratificação da Guarda Patrimonial e condições para melhorias no Hospital da Polícia











SAIU NO NE10 SUB. RICARDO FALA DA INSATISFAÇÃO DA TROPA E COBRA A RETOMADA DAS NEGOCIAÇÕES



PORTAL NE10

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

SAIU NO BLOG DO JAMILDO

sistema prisional

Morte de PM durante rebelião pode ser estopim para novas manifestações da categoria, diz associação

Publicado em 21/01/2015 às 14:24 por em Notícias
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem.
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem.
Oito meses depois da greve da Polícia Militar (PM) em Pernambuco, a categoria volta a se reunir para expor as insatisfações e deliberar sobre os novos posicionamentos. A rebelião no Presídio Aníbal Bruno e a morte de um sargento acirraram ainda mais os ânimos. Os ajustes salariais são um dos principais pontos de reivindicação, mas o desvio de tarefas também é alvo de críticas.
Em nota, a Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE) critica o “reduzido efetivo de agentes penitenciários” e alerta que o assassinato do PM pode ser o estopim para a tropa.
As guaritas dos presídios não garantem a devida proteção para o profissional de segurança, muitas estão caindo aos pedaços ou estão localizadas em áreas inadequadas, tornando qualquer o PM uma mira fácil para os bandidos.
Além disso, para trabalhar nos presídios, os PMs recebem uma gratificação diferenciada mas que não compensa o risco de vida e, muitas vezes, são pagas com atraso.E até o momento, nada das negociações salariais. Algo precisa ser feito, com urgência, ou corremos os riscos de perdermos mais vidas.
Foto: Divulgação/Aspra.
Foto: Divulgação/Aspra.
Nota da Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE):
A segurança pública está de luto. E não basta apenas decretar luto oficial por três dias e lamentar o fato. É preciso fazer algo.
A morte do sargento da Polícia Militar Carlos Silveira do Carmo durante Rebelião no Presídio Aníbal Bruno revela uma triste realidade: o desvio de funções dos policiais militares e o reduzido efetivo de agentes penitenciários. A Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE) alerta o assassinato do PM pode ser o estopim para a tropa.

Não podemos ficar calados e o momento é de união. Convidamos a todos os policiais militares a manifestarem a sua insatisfação na próxima quarta-feira (21), às 14h, durante a reunião que acontecerá no Centro de Convenções.
Seja usando camisa preta ou com uma pulseira preta nas mãos. Está tudo errado! A segurança dos presídios deve ser realizada pelos agentes penitenciários. Os  PMs devem, no máximo, fazer a guarda externa. Infelizmente,  compensam a falta de agentes e usam os policiais, sem dar condições de trabalho.
As guaritas dos presídios não garantem a devida proteção para o profissional de segurança, muitas estão caindo aos pedaços ou estão localizadas em áreas inadequadas, tornando qualquer o PM uma mira fácil para os bandidos.
Além disso, para trabalhar nos presídios, os PMs recebem uma gratificação diferenciada mas que não compensa o risco de vida e, muitas vezes, são pagas com atraso.E até o momento, nada das negociações salariais. Algo precisa ser feito, com urgência, ou corremos os riscos de perdermos mais vidas.
http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/page/2/

Policiais Militares lotam auditório para reunião da categoria após rebeliões

Publicado em 21/01/2015 às 15:40 por em Notícias
Foto: Mariana Dantas/BlogImagem.
Foto: Mariana Dantas/BlogImagem.
Com informações da repórter Mariana Dantas, do NE10
O auditório do Centro de Convenções está completamente lotado para o encontro dos Policiais Militares (PMs) para definir sobre o posicionamento da categoria frente às rebeliões e a morte do sargento durante o último motim no Presídio Aníbal Bruno.
Segundo o diretor da Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (Aspra), subtenente Ricardo Lima, a categoria acredita na resposta do novo governo diante das reivindicações, mas a decisão sobre paralisação não está descartada.
Se ficar decidido nesta quarta-feira (21) que a categoria vai entrar em estado de greve, o prazo para negociação será de 72 horas.
silveria1
Categoria fez homenagem ao sargento morto durante rebelião. Foto: Mariana Dantas/BlogImagem.
“Os policiais estão abandonados, a profissão não é valorizada. Não temos segurança para trabalhar e nem condições de trabalho. A morte do sargento Silveira é uma prova disso, é preciso dar um basta”, disse o diretor da Aspra.
Vários policiais que participam da assembleia estão de luto e com adesivo no peito com os dizeres “Somos todos Silveira”.
De acordo com a entidade, Pernambuco conta hoje com 19 mil policiais militares e cinco mil bombeiros, quando o número necessário seria de 27 mil policiais e 8 mil bombeiros.
Entre as reivindicações, está a abertura de concurso, aquisição de equipamentos, reajuste salarial de 50% para soldados (hoje ganha R$ 2.600), de 40% para cabos a subtenentes e de 30% de segundo tenente a coronel.
A categoria também cobra revisão do plano de cargo e carreiras, que foi prometido pelo governo nas negociações do ano passado e que não foram pra frente. “O governo alegou que era preciso aguardar o período eleitoral. Mas já estamos no dia 21 de janeiro e até agora nada”, disse Ricardo Lima.

Blog do Jamildo

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

SDS divulga nota sobre concurso da PMPE de 2009. A nota diz foram eliminados do concurso público para soldado da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) de 2009, 272 candidatos. A eliminação, segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), ocorreu devido a idade deles: mais de 28 anos até a data da realização da inscrição no certame.


SDS divulga nota sobre concurso da PMPE de 2009

Publicado por Marília Neves, em 19.01.2015 às 20:11 

Mais polêmica no concurso da PMPE de 2009 (Foto.Divulgação)
Foram eliminados do concurso público para soldado da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) de 2009 272 candidatos. A eliminação, segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), ocorreu devido a idade deles: mais de 28 anos até a data da realização da inscrição no certame. O grupo realizou um ato pacífico pelas ruas do Recife na tarde desta segunda-feira (19). Eles foram recebidos no Palácio do Campo das Princesas, na Área Central do Recife, por representantes da Secretaria da Casa Civil. De lá, seguiram em caminhada até a sede da SDS, em Santo Amaro, onde a mobilização foi encerrada de forma tranquila.
Confira trecho da nota oficial da SDS, enviada ao Blog dos Concursos.  
“De acordo com o Gerente de Articulação e Integração Institucional e Comunitária da SDS, Manoel Caetano Cysneiros, conforme prevê a Lei Complementar nº 108, de 14 de maio de 2008, alterada pela Lei Complementar nº 256, de 17 de dezembro de 2013, um dos requisitos para ingresso nas Qualificações policiais Militares é que o candidato tenha, no máximo, 28 anos de idade completos na data de inscrição no concurso público.
A Procuradoria Geral do Estado (PGE), consultada sobre a definição do marco temporal que deveria ser observado para delimitar a idade limite de 28 anos completos, definiu, através do Encaminhamento nº 0677/2014, que “para o requerente lograr habilitação no concurso, haveria de ter na data da inscrição, no máximo, 28 anos de idade completos (28 anos cravados) e nem mais um dia”. SDS
Abertura do Concurso
O concurso público (instituído pela Portaria Conjunta SAD/SDS nº 101, de 31 de agosto de 2009) ofereceu, em sua abertura, 2.100 vagas para soldado da PMPE. No total, foram computados cem mil inscritos. “Segundo as regras do concurso, concorreriam às demais etapas do certame (Exame de Aptidão Física, Teste Psicológico e Exame Médico) os aprovados no Exame de Conhecimentos”, informou a SDS. A partir de então, classificar-se-iam aqueles com as 6.300 melhores notas, conforme explicou nota da instituição. O prazo de vigência da seleção encerra-se em 28 de fevereiro deste ano.
Fases
Restaram aprovados acima do ponto de corte, 19.679 candidatos. Foram submetidos aos testes 6.781 participantes, 481 candidatos a mais devido ao empate de notas. De acordo com a SDS, após a realização das demais fases do concurso, permaneceram na disputa 3.712 concorrentes.
1º Curso de Formação
Em 2010, 2.100 aprovados foram chamados, contudo apenas 1.953 concluíram a Formação Profissional e foram nomeados Soldados PM.  Sobraram 1.612 candidatos.
2º Curso de Formação
Foram convocados, em agosto de 2012, esses 1.612 candidatos restantes, que deveriam se apresentar com a finalidade de realizar o Curso, porém só se matricularam 1.418. Portanto, de 2010 a 2012, 3.371 candidatos fizeram a academia, ou seja, “1.271 a mais do que o previsto no Edital do certame”.
3º Curso de Formação
Mais uma turma será formada em 2015. O novo curso vai começar no próximo dia 26 de janeiro com a presença de 1.108 pessoas.
Saiba Mais


Fonte: Blog dos Concursos da Folha de Pernambuco 

Sinpol divulga nota de pesar pela morte do PM Carlos Silveira do Carmo

Publicado em 20/01/2015 às 12:41 por em Notícias
unnamed
O Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco) se solidariza com a família do Policial Militar Carlos Silveira do Carmo, morto covardemente ontem (19/01) enquanto exercia sua difícil tarefa de garantir a ordem pública e a segurança dos apenados do Complexo Penitenciário do Curado.
Para o Sinpol, a morte de mais um irmão da segurança pública denota o completo caos institucional pelo qual passa a segurança pública no Estado de Pernambuco. O fato é terrível: mais um herói foi morto no exercício de sua função, desta vez, alvejado por balas disparadas de dentro de um presídio, onde os apenados deveriam exercer atividades de ressocialização.
O Sinpol denuncia que esse caos é resultado de uma sequência de malfeitos administrativos e de muito descaso. Existe em Pernambuco déficit de pessoal; salários aviltantes e, em várias categorias, os piores do Brasil; más condições de trabalho; falta de equipamentos e uma política falida que prioriza a apresentações de números em detrimento de resultados efetivos que, de fato, beneficiem a sociedade.
Em nome de Silveira e muitos outros que tombaram defendendo a população pernambucana, o Sinpol se coloca na luta por dias melhores para os trabalhadores da segurança pública e para todo o povo de nosso Estado.
A direção do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco

http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/page/2/http://sargentoricardo.blogspot.com.br

LUTO PELA SEGURANÇA PÚBLICA: PMS E BMS USEM PRETO E MANIFESTEM NOSSA INSATISFAÇÃO



A segurança pública está de luto. E não basta apenas decretar luto oficial por três dias e lamentar o fato. É preciso fazer algo. A morte do sargento da Polícia Militar Carlos Silveira do Carmo durante Rebelião no Presídio Aníbal Bruno revela uma triste realidade: o desvio de funções dos policiais militares e o reduzido efetivo de agentes penitenciários. A Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE) alerta o assassinato do PM pode ser o estopim para a tropa.

Não podemos ficar calados e o momento é de união. Convidamos a todos os policiais militares a manifestarem a sua insatisfação na próxima quarta-feira (21), às 14h, durante a reunião que acontecerá no Centro de Convenções. Seja usando camisa preta ou com uma pulseira preta nas mãos. Esta tudo errado! A segurança dos presídios deve ser realizada pelos agentes penitenciários. Os  PMs devem, no máximo, fazer a guarda externa. Infelizmente,  compensam a falta de agentes e usam os policiais, sem dar condições de trabalho.

As guaritas dos presídios não garantem a devida proteção para o profissional de segurança, muitas estão caindo aos pedaços ou estão localizadas em áreas inadequadas, tornando qualquer o PM uma mira fácil para os bandidos. Além disso, para trabalhar nos presídios, os PMs recebem uma gratificação diferenciada mas que não compensa o riscco de vida e, muitas vezes, são pagas com atraso.E até o momento, nada das negociações salariais. Algo precisa ser feito, com urgência, ou corremos os riscos de perdermos mais vidas.    

ASPRA - PE CONFIRMA PRESENÇA EM REUNIÃO DO DIA 21

Na última quarta-feira (14.01), a diretoria da Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA-PE) mais uma vez participou de reunião com o Deputado Estadual Joel da Harpa. Na ocasião, a ASPRA – PE confirmou presença na reunião que acontecerá na próxima quarta-feira (21.01), a partir das 14h no Centro de Convenções. 

A ASPRA – PE está preocupada pois, até o momento, nenhum dos itens solicitados no movimento de 2014 foi atendido. A tropa está insatisfeita, inquieta e cobrando um posicionamento das entidades representativas. “A greve foi encerrada com a promessa de que voltaríamos a discutir o assunto agora em janeiro. Até agora nada!”, disse o presidente da Associação, José Roberto Vieira.


segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

PMPE: O Soldado da Rádio Patrulha escreveu: "SOMOS TODOS SILVEIRA"

Os Agentes Penitenciários não ficaram atrás e também prestaram sua homenagem.

LAMENTÁVEL! Sargento da PM morre em rebelião do Complexo Prisional do Curado

Informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Militar. Um detento também morreu na confusão.

Bobby Fabisak/JC Imagem
O sargento da Polícia Militar (PM) Carlos Silveira do Carmo, de 44 anos, foi morto, nesta segunda-feira (19), na rebelião de um dos pavilhões do Complexo Prisional do Curado, antigo Aníbal Bruno, no bairro do Curado, Zona Oeste do Recife. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da PM.
O policial foi baleado e socorrido ao hospital Octávio de Freitas, mas não resistiu aos ferimentos. O tiro teria partido de dentro do ASP Marcelo Francisco Araújo (PAMFA), um dos três presídios do complexo. Um detento também morreu durante a confusão. O Batalhão de Choque iniciou a revista dos pavilhões.
O Batalhão de Choque da Polícia Militar foi acionado na manhã desta segunda-feira (19) para conter um tumulto em um dos pavilhões do Complexo Prisional do Curado. Os detentos atearam fogo em colchões e o Corpo de Bombeiros também foi chamado.
De acordo com a assessoria da Secretaria de Ressocialização, os detentos das três unidades prisionais do complexo iniciaram um movimento que reivindica uma maior celeridade no julgamento dos processos. Por causa do protesto, um reforço no número de agentes penitenciários foi solicitado e o Choque foi acionado para conter possíveis confrontos.
O delegado João Paulo Andrade, da 4ª Delegacia de Homicídio, ficará à frente das investigações, segundo nota enviada pela Polícia Civil de Pernambuco.
 https://joeldaharpa.blog.br/http://sargentoricardo.blogspot.com.br

Fonte: JConline

COMANDANTE DO CBMPE RECEBE DIRETORIA DA ASPRA – PE E É ALERTADO: INSATISFAÇÃO DA TROPA ESTÁ AUMENTANDO E SILÊNCIO DO GOVERNO É PIOR



Atendendo a solicitação da Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA – PE), aconteceu na manhã desta segunda-feira (19.01), reunião com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros (CBMPE), Cel. Cunha. Em pauta, a crescente insatisfação da tropa quanto ao Plano de Cargos e Carreiras, Código Disciplinar e, principalmente, sobre a demora para a reabertura das negociações salariais.  

Em respeito à hierarquia, a ASPRA – PE está fazendo questão de conversar com os comandantes gerais das Corporações, alertando para o problema. “Não podemos ficar calados. Foi feita uma promessa e até agora, nada. Sabemos que a data base é em junho mas a promessa feita pelo Governo era de que em janeiro as negociações seriam retomadas. Custa o novo governador apresentar alguma proposta? O silêncio é pior. Estamos fazendo nosso papel enquanto entidade”, desabafa o presidente da ASPRA – PE, José Roberto Vieira. 

Também participaram da reunião, os diretores da ASPRA – PE, Subtenente Ricardo, e Salatiel Berto. O Comandante do CBMPE, Cel. Cunha, prometeu que deve entrar em contato com o Comandante Geral da PMPE e com o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, ainda hoje, por telefone. Ele aproveitou a oportunidade para informar que agora em março vai chamar o pessoal para o Curso de Sargentos. José Roberto informou ainda que a ASPRA- PE estará presente na reunião convocada pelo Deputado Joel da Harpa, quarta, dia 21.

http://sargentoricardo.blogspot.com.br

domingo, 18 de janeiro de 2015

Bom Dia PE entrevista secretário de Defesa Social; envie perguntas


Bom Dia PE entrevista secretário de Defesa Social; envie perguntas

Alessandro Carvalho é o convidado do telejornal na segunda-feira (19).
Ele vai falar sobre medidas de segurança pública para reduzir criminalidade.


O Bom Dia Pernambuco entrevista na segunda-feira (19/01) o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho. O titular da pasta vai falar sobre as medidas para reforçar a segurança pública e reduzir os índices de violência no estado.
Você pode participar e mandar suas perguntas e sugestões para a equipe da TV Globo, através doVC no G1, a ferramenta colaborativa do portal da Globo Nordeste.
Para usar a ferramenta, é preciso ter um cadastro na Globo.com. Leia o termo de uso e, se estiver de acordo, é necessário aceitá-lo. Seu conteúdo poderá ser usado na Globo
Postado por 

sábado, 17 de janeiro de 2015

Ex-Secretário de Defesa Social, o Delegado Federal Servilho Paiva será o novo Corregedor da SDS PE.

Ex-secretário Servilho Paiva será o novo corregedor da SDS
O ex-secretário de Defesa Social de Pernambuco Servilho Paiva será o novo corregedor-geral da SDS. Servilho vai assumir o lugar de Sidney Lemos, que comandou a Corregedoria por três anos e 10 meses. A troca das cadeiras deve acontecer na próxima semana, após publicação de portaria no Diário Oficial do estado.
Paiva já foi secretário em Pernambuco e no Ceará. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Paiva já foi secretário em Pernambuco e no Ceará. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Policial Federal aposentado, Lemos assumiu a corregedoria na gestão do então governador Eduardo Campos. Também delegado da Polícia Federal, Servilho Paiva comandou a SDS de setembro de 2007 até abril de 2010. Paiva deixou o governo após apresentar sua renúncia a Campos.
Na época, Servilho Paiva não atendeu ao apelo de Eduardo para acertar suas diferenças com o então comandante da Polícia Militar, coronel José Lopes, com quem se desentendeu no final do mês de março de 2010 durante as negociações salariais dos PMs.
Até o final do ano passado, Servilho estava como secretário de Segurança Pública e Defesa Social do estado do Ceará. Paiva, que é cearense, entrou na Polícia Federal no final da década 1970, como agente e formou-se em direito pela Universidade Católica de Pernambuco. Na década de 1990, foi aprovado para o cargo de delegado da Polícia Federal.
 

PM do Amazonas ameaçam entrar em greves se PMs que participaram do outro movimento forem expulso da Corporação! E a partir de segunda-feira 19, vão da início a operação zero. O governador não cumpriu com o prometido.

GREVE GERAL NA PM - Ameaçados de exclusão PMs ameaçam paralisar tudo em Manaus

Descontentes com as ações do governador José Melo que teria descumprido acordos feitos com policias grevistas ano passado, o grupo que paralisou as ações antes das eleições ameaçam fazer novo movimento se os policiais envolvidos naquele ato, em frente à Arena da Amazônia for punido pelo comando da Polícia Militar do Amazonas. Um boletim interno adquirido pelo portal mostra os nomes de todos os policiais envolvidos no movimento comandado pelo soldado Platiny que foi eleito deputado estadual nas últimas eleições. O BG divulgado neste sábado, demarca a ameaça aos praças da PMAM que reagiram automaticamente ameaçando nova paralisação, desta vez maior. "Estamos em estado de alerta", diz a nota divulgada pelo grupo. A maioria dos policiais ameaçados de expulsão são da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam). Os PMs teriam recebido a promessa do então candidato a reeleição, José Melo (Pros), que não seriam punidos. Mas agora, o novo comando ameaça expulsar todos os militares por crime de desobediência e quebra de hierarquia. Os militares, mesmo os que forem paras as ruas, ameaçam produção zero, ou seja não atender ocorrências.
 


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

ASPRA - PE solicita a retomada das negociações entre a tropa e o Governo

O papel da entidade representativa é lutar pela sua categoria e levando em conta que já estamos no mês de janeiro, a Associação de Praças dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (ASPRA – PE) encaminhou ofícios para o Governo do Estado sobre a necessidade da retomada das negociações com os PMs e BMs. A tropa está ansiosa e tem cobrado um posicionamento por parte das Associações.

“Quando encerramos a greve no ano passado, foi criada uma comissão de negociação e houve a promessa de que o reajuste salarial deveria ser tratado a partir de janeiro. Além dos salários, ainda temos que reiniciar as discussões sobre o Plano de Cargos e Carreiras, a revisão do Código Disciplinar e discutir outros pontos de interesse da tropa pois, até o momento, nada do que solicitamos foi atendido”, conta o presidente da ASPRA – PE, José Roberto Vieira. Os documentos foram encaminhados ao Governo do Estado, Secretaria de Defesa Social, Secretaria de Administração, Comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.




Veja o movimento dos Delegados de Pernambuco em relação ao Pacto PelaVida!

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

SAIU A LISTA DAS TRANSFERÊNCIAS NA PMPE. CONFIRA TODOS OS COMANDANTES DE BATALHÕES DA PMPE.

SAÍRAM AS TRANSFERÊNCIAS
PORTARIAS DO SECRETÁRIO DE DEFESA SOCIAL

O Secretário de Defesa Social, no uso de suas atribuições, e atendendo proposta do Comandante Geral da PMPE, resolve:

Nº 090, DE 12/01/2015 - Designar a Tenente-coronel PM Érica Cristina Melcop de Castro e Souza, matrícula nº 1876-7, para a Função Gratificada de Supervisão 1, símbolo FGS-1, (1ª EMG) do Comando Geral, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS.


Nº 091, DE 12/01/2015 - Designar o Tenente-coronel PM Eduardo Henrique Senna Costa, matrícula nº 1861-9, para exercer a Função Gratificada de Supervisão 1, símbolo FGS-1, (3ª EMG) do Comando Geral, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente-coronel PM Alexandre Carneiro Gomes de Melo, matrícula nº 1858-9.


Nº 092, DE 12/01/2015 - Designar o Major PM Romolo Goyanna Lamenha Lins, matrícula nº 1930-5, para exercer a Função Gratificada de Supervisão 1, símbolo FGS-1, (CPO) da Diretoria Integrada Especializada, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensada a Tenente Coronel PM Maria José Ferreira Viana, matrícula nº 1875-9.


3.1 – Portarias do Secretário de Defesa Social:
PORTARIAS DO SECRETÁRIO DE DEFESA SOCIAL

O Secretário de Defesa Social, no uso de suas atribuições, e atendendo proposta do Comandante Geral da PMPE, resolve:


Nº 144, DE 12/012015 - Designar o Coronel PM Marcos Campos de Albuquerque, matrícula nº 2077-0, para exercer a função de Comandante do 9º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS.

Nº 145, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Fernando Correia dos Santos, matrícula nº 21030-7, para exercer a função de Comandante Interino do 1º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Coronel PM Arlis Gadelha Xavier, matrícula nº 1940-2.

Nº 146, DE 12/012015 - Designar o Major PM Edilson Rogério Marcos de Melo, Matrícula nº 22337-9, para exercer a função de Subcomandante do 1º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Gustavo Alves de Lira, matrícula nº 1987-9.

Nº 147, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Isaac Pereira Guerra, matrícula nº 2012-5, para exercer a função de Comandante do 5º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS.

Nº 148, DE 12/012015 - Designar o Major PM Clodoaldo José da Silva, matrícula nº 2056-7, para exercer a função de Comandante Interino do 7º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Clenildo de Azevedo Nunes, matrícula nº 2057-5.

Nº 149, DE 12/012015 - Designar o Major Manoel Renan do Nascimento, matrícula nº 920459-8, para exercer a função de Subcomandante Interino do 6º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Ronaldo Antônio Tavares Ferreira, matrícula nº 2091-5.

Nº 150, DE 12/012015 - Designar o Major José Roberto de Almeida Souza, matrícula nº 930068-6, para exercer a função de Comandante Interino do 8º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Isaac Pereira Guerra, matrícula nº 2012-5.

Nº 151, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Ronaldo Antonio Tavares Ferreira, matrícula nº 2091-5, para exercer a função de Comandante do 11º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Reginaldo Pereira de Oliveira Filho, matrícula 930028-7.

Nº 152, DE 12/012015 - Designar o Major PM José Aleixo Barbosa Júnior, matrícula nº 1985-2, para exercer a função de Comandante Interino do 12º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Eduardo Jorge Amorim da Silva, matrícula nº 2059-1.

Nº 153, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Carlos José Viana Nunes, matrícula nº 920452-0, para exercer a função de Comandante do 13º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Ebenézer Santos Machado, matrícula nº 19437-9.

Nº 154, DE 12/012015 - Designar o Major PM Gildo Tomé da Silva, matrícula 2017-6, para exercer a função de Comandante Interino do 14º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PMAlfredo Wanderley de Carvalho, matrícula nº 2055-9.

Nº 155, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Alexandre Alves da Cruz, matrícula nº 2053-2, para exercer a função de Comandante do 16º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o TC PM Jailton Pereira da Silva, matrícula nº 1851-1.

Nº 156, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Adalberto Freitas Ferreira, Matrícula nº 1923-2, para exercer a função de Comandante Interino do 19º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Ricardo José Barbosa da Silva, matrícula nº 1856-2.

Nº 157, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Ricardo José Barbosa da Silva, matrícula nº 1856-2, para exercer a função de Comandante Interino do 6º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Basílio Barbosa Maciel, matrícula 28562-5.

Nº 158, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Fernando Aníbal Rodrigues Lima, matrícula nº 910581-9, para exercer a função de Comandante Interino do BPChoque, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Walter Benjamin de Medeiros Filho, matrícula nº 2097-4.

Nº 159, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Walter Benjamin de Medeiros Filho, matrícula nº 2097-4, para exercer a função de Comandante do BPRp, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Jossemar José Diniz Moutinho, matrícula nº 1990-9.

Nº 160, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Clóvis Fernando Pereira, matrícula nº 2027-3, para exercer a função de Comandante do BPRv, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensada a Tenente Coronel PM José Érika Cristina Melcop de Castro e Souza, matrícula nº 1876-7.

Nº 161, DE 12/012015 - Designar o Major PM Francisco Rivaldo Souza da Silva, matrícula nº 2032-0, para exercer a função de Comandante Interino do 20º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS.

Nº 162, DE 12/012015 - Designar o Major PM Edvaldo Cézar de Moraes, matrícula nº 920490-3, para exercer a função de Subcomandante do 20º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM José Ronaldo Paiva Ferreira Júnior, matrícula nº 1934-8

Nº 163, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM José Flávio Morais de Santana, matrícula nº 920468-7, para exercer a função de Comandante do 23º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Marcos Antônio Barreto dos Santos, matrícula nº 1941-0.

Nº 164, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Lindjohnson Félix da Silva, matrícula nº 1926-7, para exercer a função de Comandante Interino do 2º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Eduardo Henrique Senna Costa, matrícula nº 1861-9.

Nº 165, DE 12/012015 - Designar o Tenente Coronel PM Clenildo de Azevedo Nunes, matrícula nº 2057-5, para exercer a função de Comandante Interino do 4º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS.

Nº 166, DE 12/012015 - Designar o Major PM Hercílio da Fonseca Mamede, matrícula nº 910583-2, para exercer a função de Comandante Interino do 21º BPM, símbolo GEC, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Lindjohnson Félix da Silva, matrícula nº 1926-7.

Nº 167, DE 12/012015 - Designar o Major PM Jossemar José Diniz Moutinho, matrícula nº 1990-9, para exercer a função de Comandante da CIPOMA, símbolo GEC-1, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Gildo Tomé da Silva, matrícula 2017-6.

Nº 168, DE 12/012015 - Designar o Major PM João Patrício da Silva Filho, matrícula nº 910586-7, para exercer a função de Comandante da 1ª CIPM, símbolo GEC-1, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Denis 
Silva Brandão, matrícula 930026-0.

Nº 169, DE 12/012015 - Designar o Major PM Idelfonso Afonso Elias de Queiroga, matrícula nº 2067-2, para exercer a função de Comandante da CIATur, símbolo GEC-1, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM José Aleixo Barbosa Júnior, matrícula nº 1985-2.

Nº 170, DE 12/012015 - Designar o Capitão PM Cleto Antônio Moraes Ribeiro, matrícula nº 920486-5, para exercer a função de Comandante Interino da CIPCães, símbolo GEC-1, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major 
PM Romolo Goyanna Lamenha Lins, matrícula nº 1930-5.

Nº 171, DE 12/012015 - Designar o Major PM Marcos Aurélio Ramalho de Souza, matrícula nº 930038-4, para exercer a função de Comandante da CIPMoto, símbolo GEC-1, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Manoel Renan do Nascimento, matrícula nº 920459-8.

Nº 172, DE 12/012015 - Designar o Major PM Silvestre Silva Dantas, matrícula nº 920424-5, para exercer a função de Comandante da 5ª CIPM, símbolo GEC-1, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Túlio
Barros dos Santos, matrícula nº 28727-0.

Nº 173, DE 12/012015 - Designar o Major PM Edivaldo Heleno de Oliveira, matrícula nº 2061-3, para exercer a função de Comandante da 8ª CIPM, símbolo GEC-1, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Silvestre Silva Dantas, matrícula nº 920424-5.

Nº 174, DE 12/012015 - Designar o Major PM Antônio Vieira de Souza Júnior, matricula nº 2052-4, para exercer a função de Subcomandante Interino do 19º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major
PM Idelfonso Afonso Elias de Queiroga, matrícula nº 2067-2.

Nº 175, DE 12/012015 - Designar o Major PM Marcos Aurélio Evangelista Monteiro, matrícula nº 910599-9, para exercer a função de Subcomandante Interino do 2º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Tenente Coronel PM Hélio Brito Gomes, matrícula nº 2066-4.

Nº 176, DE 12/012015 - Designar o Major PM Robson de Villaça Burgos, matrícula nº 910604-9, para exercer a função de Subcomandante do 21º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM 
Hercílio da Fonseca Mamede, matrícula nº 910583-2

Nº 177, DE 12/012015 - Designar o Major PM José Ivanildo de Moura Júnior, matrícula nº 950681-0, para exercer a função de Subcomandante do 8º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Lucieudo Ribeiro de Santana, matrícula nº 2028-1.

Nº 178, DE 12/012015 - Designar o Major PM Lucieudo Ribeiro de Santana, matrícula nº 2028-1, para exercer a função de Subcomandante do 5º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM José Ivanildo de Moura Júnior, matrícula nº 950681-0.

Nº 179, DE 12/012015 - Designar o Major PM Tibério César dos Santos, matrícula nº 930050-3, para exercer a função de Subcomandante do 3º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Carlos Eduardo Gomes de Sá, matrícula nº 920498-9

Nº 180, DE 12/012015 - Designar o Major PM Carlos Eduardo Gomes de Sá, matrícula nº 920498-9, para exercer a função de Subcomandante do 23º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Clodoaldo José da Silva, matrícula nº 2056-7.

Nº 181, DE 12/012015 - Designar o Major PM Demétrio José Soares de Lima, matrícula nº 2043-5, para exercer a função de Subcomandante do BPRv, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Antônio Vieira de Souza Júnior, matrícula nº 2052-4.

Nº 182, DE 12/012015 - Designar o Major PM André Luiz Freitas Ferreira, matrícula nº 930072-4, para exercer a função de Subcomandante do 11º BPM, símbolo GEC-2, da Polícia Militar de Pernambuco/SDS, ficando dispensado o Major PM Daniel Pereira da Silva, matrícula nº 940686-7.

ALESSANDRO CARVALHO LIBERATO DE MATTOS
Secretário de Defesa Social
 
http://souzafilhopmpe.blogspot.com.br/http://sargentoricardo.blogspot.com.br